Responsivo, dynamic serving ou mobile separado? Existe um vencedor?

Ícones de dispositivos tecnológicos em cima de uma foto de uma mesa de trabalho.

Nos três últimos blogposts nós apresentamos as tecnologias design responsivo, dynamic serving e mobile separado. Aqui trazemos um resumo sobre cada tecnologia e discutimos se uma das três tecnologias pode ser considerada a melhor de todas.

 

Design responsivo

Responsive design, página responsiva ou design responsivo é quando o design de uma página corresponde ao formato da tela que ele vai ocupar. O conteúdo de uma página é ajustado automaticamente para ser visualizado em certo dispositivo. E tanto faz em qual dispositivo o conteúdo é aberto, o usuário verá uma tela otimizada.

Ter uma página responsiva significa ter somente um URL e um código no back-end, o conteúdo se adapta ao dispositivo no qual está sendo exibido. Em todos os dispositivos estarão as mesmas informações, ainda que não sejam exibidas exatamente na mesma ordem.

 

Screenshot da página do Blog da Ringa de tela de celular e tela do notebook.

Blog da Ringa no computador desktop e na versão mobile.

 

Dynamic serving

Sites responsivos e dynamic serving são, na verdade, bem parecidos. Os sites dynamic serving também utilizam sempre um único link para uma página e o conteúdo também sempre é o mesmo. A diferença está na programação do site. Existem códigos diferentes no back-end, um código para cada dispositivo. Então se você tiver um site para computadores desktop, mobile e tablets, você precisará de três códigos diferentes, levando todos ao mesmo site – com o mesmo conteúdo.

Uma das vantagens disso é que, por exemplo, vídeos ou imagens grandes demais para serem exibidos em dispositivos mobile, são repostos com variações de tamanho menor. Nas páginas acessadas por computadores desktop, as imagens e os vídeos podem ser de tamanhos maiores, já que o computador consegue carregar elementos mais pesados que um smartphone.

 

Screenshot da página da Amazon de tela de celular e tela do notebook.

O site da Amazon se comporta como um site com a tecnologia dynamic serving.

 

Página mobile separada

O conceito de ter uma página separada para diferentes dispositivos se chama dedicated ou separate mobile website. O conceito da tecnologia é bem simples de explicar: ter, para cada dispositivo, um site diferente na internet.

Seguindo essa regra, se quiséssemos desenvolver uma página que ficasse boa no computador desktop, nas Smart TVs e no mobile, precisaríamos desenvolver três páginas diferentes. E nesse conceito cada página também recebe um conteúdo diferente, melhorando dessa maneira a experiência do usuário.

 

Screenshot da página das Casas Bahia de tela de celular e tela do notebook.

Página no mobile e na versão para computador desktop.

 

Prós e contras

Tabela com prós e contras.

E aí, qual é o nosso vencedor?

Em geral é um ótimo começo ter uma página responsiva. É muito importante que os usuários tenham uma boa experiência, não importando qual dispositivo estejam usando. E acredite, os usuários estão cada vez mais exigentes. É uma boa começar a se atentar a esse fato e ver se a sua página é responsiva e fica boa em todos os dispositivos.

Porém também achamos que cada empresa e “problema” é um caso. O legal é estudar os casos individualmente, para assim ver qual pode ser a melhor solução para a empresa. Para algumas pode ser interessante ter uma página mobile separada. Pensando, por exemplo, num site de um noticiário, aqui uma página mobile separada seria interessante. Essa página poderia apresentar textos mais curtos, visando o fato que os usuários precisam ler as notícias em um curto espaço de tempo. Já no site para computadores desktop, as notícias poderiam ser mais elaboradas, com mais detalhes e hiperlinks.

Já para um cinema pode ser interessante ter a tecnologia dynamic serving. Assim os trailers e outros vídeos que apresentarem em seu site, podem ter seu tamanho diminuído quando são exibidos em dispositivos mobile. Para computadores desktop e Smart TVs, por exemplo, os vídeos podem ter maiores tamanhos, já que a internet de casa geralmente é mais rápida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *