Ciberataques! Como manter a minha empresa segura?

Pessoa com máscara e notebook na mão.

Cibersegurança é a prática de proteger sistemas, redes e programas de ataques digitais. Os ciberataques geralmente visam acessar, modificar ou destruir informações sensíveis, extorquindo dinheiro de usuários ou interrompendo processos empresariais.

Isso é o que diz o site da Cisco, uma das maiores empresas mundiais de TI, sobre o tema cibersegurança.


Segundo o site da Kaspersky, o governo norte-americano gasta todos os anos US$ 13 bilhões com cibersegurança. E isso com razão: As plataformas digitais precisam de monitoramento em tempo real, pois os ataques virtuais evoluem com rapidez. Implementar medidas de cibersegurança é bastante desafiador, já que existem cada vez mais dispositivos e pessoas e hackers estão inovando a cada dia.

Tipos de ameaças

Quem é que não lembra de uma onda de ataques virtuais ocorrida em 2017? Chamado de WannaCry, um vírus de resgate contaminou a Europa causando muito desespero. Foram infectados cerca de 200 mil sistemas com um vírus que sequestra o conteúdo de uma máquina e exige um pagamento de resgate em moedas virtuais. Abaixo uma lista dos tipos mais comuns de ameaças virtuais.

Interface do ransomware WannaCry num notebook.
A interface do WannaCry, um vírus de resgate.

Ransomware

O WannaCry é um tipo de ransomware. Estas ameaças existem para extorquir dinheiro das pessoas, bloqueando o acesso aos seus computadores ou a arquivos até que o dinheiro exigido seja pago. Pagando o resgate não é certeza que o computador ou os arquivos sejam recuperados e/ou restaurados.

Spyware

Spywares são malwares projetados para espionarem. Esse malware se esconde e anota ou grava tudo que você realiza no mundo online. Ele grava todas as teclas que você digita, conseguindo passar ao invasor senhas, números de cartão de crédito, páginas acessadas entre outras coisas.

Worms

Worms também são malwares, mas eles infectam uma rede inteira, podendo ser local ou pela internet. Diferente de um vírus, o worm pode se autorreplicar e deletar arquivos em um sistema.

Engenharia social

Engenharia social é uma tática que faz uso da persuasão para fazer você revelar informações confidenciais. Engenharia social pode ser combinada com qualquer uma das ameaças listadas acima para fazer você clicar em links, baixar malware ou confiar em fontes  maliciosas.

Phishing

Phishing é a prática de mandar emails fraudulentos que parecem com emails de fontes confiáveis. O intuito é roubar dados como senhas ou cartões de crédito, CPF ou números de contas bancárias. É o tipo mais comum de ataque cibernético. Os criminosos podem te enganar enviando emails falsos ou te redirecionando para websites falsos.

Como funciona um ciberataque?

Já que existem várias ameaças diferentes, também existem as mais variadas maneiras de executar um ciberataque. A Cisco criou um vídeo de como um ciberataque, usando um ransomware, poderia ocorrer. Ao assistir o vídeo, observe a facilidade que a hacker encontra para executar o ataque.


Como se proteger

O número de ataques cibernéticos cresceu muito nos últimos anos. É claro que ninguém quer que dados de clientes, funcionários ou pessoais sejam roubados. Mas já que existem tantas ameaças digitais diferentes, como proteger a si e a sua empresa da melhor maneira? Anotamos 7 dicas que você deve seguir na sua empresa, para não dar brecha a hacks e sequestros de PCs ou dados:

1. Treine seus colaboradores

Como deu para observar no vídeo, é razoavelmente simples descobrir informações em redes sociais e, alterando pequenos detalhes fazer um ataque de ransomware. Treine seus colaboradores e ensine a eles o básico sobre cibersegurança. Compartilhe com eles como criar palavras-chave fortes, identificar sinais de phishing e informe-os sobre os riscos de usar redes wi-fi públicas.

2. Crie uma política de cibersegurança

Não importa o tamanho da sua empresa, uma ideia boa é estabelecer uma política formal de cibersegurança. O documento pode conter os seguintes itens:

  • Uso responsável da internet e emails;
  • Como proteger dispositivos usados para o trabalho;
  • Melhor criação de palavras-chave;
  • Protocolo de acesso remoto;
  • Como usar dispositivos USB, CDs, DVDs e outros dispositivos removíveis;
  • Como, no geral, os dados da empresa são usados pelos colaboradores.


3. Limitar acesso a software e hardware

Cibersegurança não significa só proteger a empresa de ameaças externas. É muito importante pensar em defender o sistema de ameaças internas, já que vazamentos de dados podem envolver colaboradores da própria empresa. Restringindo o acesso dos colaboradores ao mínimo de dados para que consigam executar seu trabalho pode ser uma ideia boa. Isso diminui o risco de dados sensíveis caírem nas mãos erradas.

4. Crie backups

É importante que tenha um sistema de recuperação que te ajude a voltar a funcionar normalmente caso perca seus dados. Você pode fazer backups offline ou online. Uma combinação dos dois é a melhor maneira de se prevenir contra perda de dados.

5. Invista numa solução de antivírus

Um bom software de antivírus disponibiliza uma boa camada de proteção contra ransomware, worms e trojans, além de outras ameaças.

6. Mantenha dispositivos mobile seguros

Se os seus colaboradores recebem smartphones para o trabalho ou trazem seus próprios dispositivos para o trabalho, assegure-se de que tenham um antivírus instalado em seus smartphones. Também pode ser útil proibir o envio de dados sigilosos por smartphones quando tiver conectado a redes wi-fi públicas.

7. Faça sempre um update nos seus softwares

A maior parte dos ciberataques explora as vulnerabilidades de segurança de um sistema operacional ou de uma parte de um software. Por isso é importante fazer todas as atualizações, quando necessárias. Assim que uma atualização nova sair, é importante realizá-la.


É muito importante se prevenir contra ciberataques. Principalmente empresas devem ter uma preocupação extra com segurança online, já que armazenam muitos dados vulneráveis. Esperamos que essas informações e dicas ajudem a tornar a sua empresa mais segura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *